Unida volta a se reunir com Dilma para cobrar subvenção da cana

>
Unida volta a se reunir com Dilma para cobrar subvenção da cana
Fonte da Imagem: http://olharcidade.com.br/
Os representantes do setor canavieiro nordestino voltam a se reunir com a presidente Dilma Rousseff em João Pessoa/PB nesta sexta-feira (04), há exatos 15 dias do encontro anterior, realizado no Recife/PE, na visita presidencial a empresários. O assunto da reunião é a resposta presidencial definitiva sobre o pagamento da subvenção para os 23 mil canavieiros da Região, pendente desde a sanção da lei em julho de 2014. O mesmo assunto foi abordado no encontro anterior e Dilma pediu mais alguns dias para dar a posição final sobre a questão. O problema é que a lei perde a validade no final do ano. A nova reunião da Unida com Dilma foi articulada pelo presidente da Federação da Agricultura da Paraíba, Mario Borba.
O presidente da Unida, Alexandre Andrade Lima, que esteve no primeiro encontro com Dilma e estará neste novo, apela para a sensibilidade da presidente com os agricultores, haja vista que a subvenção de R$ 12 por tonelada de cana ajudará a maioria deles, que só recebem R$ 736 de renda bruta mensal, conforme aponta dos dados do Ministério da Agricultura, a amenizarem um pouco os prejuízos deixados pela última maior seca na Região. "Na reunião do Recife apresentei estes dados a presidente e espero que ela se sensibilize com o nosso povo, liberando o benefício", diz o dirigente lembrando que entende que o Brasil está em crise, mas estes agricultores também estão e esperam há muito tempo por essa subvenção.
O presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba, Murilo Paraíso, também participa da encontro com Dilma no seu Estado. O dirigente antecipa que reforçará o que foi colocado no Recife sobre a necessidade da presidente responder o pleito rapidamente, já que a lei da subvenção aspira no final do ano, além do tempo burocrático e logístico que é necessário para se pagar a subsidio a todos os beneficiados. Para iniciar o pagamento, está faltando apenas Dilma regulamentar a lei 12.999/14 (lei da subvenção). A legislação estabelece uma subvenção de R$ 12 por tonelada de cana na safra 2012/2013 ao produtor de cana nordestino e do Rio de Janeiro, limitado a 10 mil toneladas.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Unida
 
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •