Na Agrishow, Pelé deseja sorte e competência para Ribeirão como subsede da Copa

>
Na Agrishow, Pelé deseja sorte e competência para Ribeirão como subsede da Copa
O maior ídolo do futebol mundial pisou nesta sexta-feira (2) em terras ribeirão-pretanas e tratou de cravar a sua torcida pela Seleção Brasileira e pela subsede de Ribeirão Preto na Copa do Mundo, que terá início daqui a 40 dias. Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, participou do encerramento da feira de tecnologia agrícola Agrishow e salientou a importância de não se cometer erros durante o período em que a cidade receberá a seleção da França, a partir dos primeiros dias de junho.
“É uma responsabilidade muito grande [receber uma seleção mundial]. Eu estava até falando isso para a prefeita [Dárcy Vera, PSD], porque será o nome do País e no evento mais conhecido do mundo. Se, por acaso, não sair alguma coisa certa, será muito ruim para Ribeirão Preto e para o País também. Por isso que eu desejo boa sorte e bom trabalho”, afirmou Pelé, de 73 anos.
Sem rejeitar nenhuma pergunta sobre futebol, o único brasileiro tricampeão do mundo (1958, 1962 e 1970) fez questão de responder a uma indagação mesmo após o encerramento da entrevista coletiva. “Quem vai ser campeão do mundo? A Seleção Brasileira”, garantiu Pelé, estampando um largo e confiante sorriso.
O Rei do Futebol, porém, admitiu que ficou sabendo apenas nesta sexta que Ribeirão Preto será uma das subsedes do Mundial. “Tenho viajado muito, cheguei do México e estive nos Estados Unidos. Fiquei sabendo nesta sexta que uma das sedes seria aqui. E, por coincidência, quando cheguei em Santos, também soube que o México ficará por lá. Sem dúvida nenhuma, vai movimentar as cidades. Por isso a necessidade de se fazer um grande trabalho.”
Racismo no futebol
O único ponto polêmico da entrevista foi em relação ao racismo no futebol. Pelé minimizou. “O racismo não é no futebol, ele está na sociedade há muito tempo. Se você vir a quantidade de jogos e de casos como esse [racismo], não é tanto assim. Mas temos que combater dando exemplo”, comentou. Em seguida, Pelé distribuiu camisas autografadas aos fãs.
Piter reencontra Pelé
Declarado pelo próprio Pelé como o maior e melhor marcador de sua carreira, o ex-zagueiro do Comercial Piter, de 73 anos, se reencontrou na tarde desta sexta com o ex-adversário de Santos, a convite da EPTV, na Agrishow. Emocionado, Piter foi às lágrimas ao ouvir de Pelé os relatos sobre a sua lealdade dentro de campo.
“É uma alegria muito grande estar aqui [com o Piter]. Ele nunca me deu um pontapé e nunca me cuspiu na cara, como muitos outros jogadores faziam”, disse Pelé. “Mas, realmente, estou ao lado de um dos caras mais chatos [risos]”, brincou o Rei do Futebol, sobre o marcador que, por inúmeras vezes evitou, os seus gols.
 
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •