Leveduras selecionadas são fundamentais para atingir eficiência na fermentação alcoólica

>
Leveduras selecionadas são fundamentais para atingir eficiência na fermentação alcoólica
Atingir a melhor eficiência no processo de fermentação alcoólica é o que muitas usinas desejam. Mas para que isso aconteça, o especialista Henrique Amorim afirma que o primeiro passo é conscientizar estas indústrias produtoras de biocombustível sobre o tipo de matéria prima utilizado e sobre a importância desse processo.
Presidente da Fermentec, empresa especializada em tecnologias industriais, voltadas para açúcar, etanol e energia, Amorim, foi o escolhido para explicar e alertar sobre o tema "Fermentação: Práticas operacionais para aumento da eficiência" durante a 1ª aula/palestra Industrial da UniUDOP de 2016.
O assunto é fundamental neste início de safra para conhecimento das indústrias que integram o setor da bioenergia, pois é neste momento de início de produção quando a atenção deve ser redobrada para possíveis prejuízos neste método.
"É a levedura que faz o álcool. Se começar errado, não adianta no meio da safra querer mudar. Tem que começar certo", afirma Amorim.
Durante as apresentações, os participantes puderam entender melhor como atingir alta eficiência nesse processo, leveduras, medições e os impactos da fermentação de maneira equivocada, para que no futuro, isso não reflita nos resultados.
A Clealco apresentou durante o curso, um estudo de caso sobre um problema que a empresa enfrenta atualmente no processo de fermentação, para que o caso sirva de exemplo a outras indústrias: uma contaminação causada por uma outra levedura, consequência de uma matéria-prima infectada. Foram mostradas durante a palestra, como a empresa está enfrentando o problema.


Fonte: Agência UDOP de Notícias

 
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •