>
Fonte da Imagem: www.embrapa.br/
Produção mineira da cana-de-açúcar destinada ao setor sucroalcooleiro, na safra 2015/2016, deverá atingir 61 milhões de toneladas. Com a previsão de colher quase seis milhões de toneladas, Uberaba é o município que mais produz no Estado. De acordo com dados repassados pelo Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool no Estado de Minas Gerais (Siamig), a melhora na safra se deu por conta do clima, e a região do Triângulo Mineiro, mais uma vez, deve se destacar.
De acordo com o presidente da Siamig, Mário Campos, neste momento está na metade da safra 2015/2016 e até o mês de julho as usinas mineiras moeram em torno de 31 milhões de tonelada de cana-de-açúcar. Por isto, a expectativa é chegar ao final, provavelmente em meados de dezembro, com 61 milhões de toneladas, a mesma moagem que o Estado teve na safra 2013/2014. "No ano passado houve um recuo, com 59,5 milhões de toneladas e esse ano devemos voltar com números expressivos", diz. Mário explica que a diferença desta safra para a anterior foi a chuva. "Elas demoraram a chegar, mas quando vieram foi de forma adequada, inclusive acima da média histórica, o que fez com que os canaviais recuperassem a produtividade", destaca o presidente da Siamig.
Quando questionado se a redução do ICMS de 19% para 14% do etanol também foi um ponto favorável para aumentar a safra da cana-de-açúcar, Mário diz que este ainda não é o motivo. Se houve crescimento na safra 2015/2016, ele afirma que é apenas pelo clima. "A safra de um ano não está relacionada aos acontecimentos do mesmo período, como ampliação em área plantada ou novo investimento. A redução do ICMS do etanol foi importante para o mercado mineiro, ampliou o consumo do combustível, e para os próximos anos pode alavancar os investimentos para o aumento de produção de cana e etanol. A medida foi o pontapé inicial", afirma Mário.
Em Minas Gerais, a produção de cana para o setor sucroalcooleiro está concentrada na região do Triângulo Mineiro, responsável por 65% da safra. A estimativa é de moagem de 40 milhões de toneladas. E o principal município canavieiro do Estado é Uberaba, que tem 10% da cana de Minas Gerais e deve moer nesta safra 5,5 milhões de toneladas.
Geórgia Santos
Fonte: Jornal da Manhã - Uberaba/MG
 
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •