Açúcar: preços sobem; perspectiva é de forte valorização no longo prazo

>
Açúcar: preços sobem; perspectiva é de forte valorização no longo prazo
Os preços do açúcar continuaram firmes e em alta nas bolsas internacionais nesta quinta-feira (12). Segundo analistas, o mercado aguarda o resultado dos números da moagem de cana da segunda quinzena de abril, que deverão ser apresentados na próxima semana pela Unica - União da Indústria de Cana-de-açúcar.
Análise do jornal Valor Econômico desta sexta-feira, destaca que o resultado da moagem dos últimos 15 dias de abril é um fator baixista para as cotações, "já que são boas as condições das lavouras no Centro-Sul do Brasil".
Fator que deve estar favorecendo o aumento dos preços dos últimos dias, que subiram quase 100 pontos desde terça-feira, é a perspectiva de déficit na oferta mundial no médio prazo. "Os investidores têm intensificado suas compras esperando forte valorização da commodity no longo prazo", destacam os analistas ouvidos pelo Valor.
Ontem (12), na bolsa de Nova York, o açúcar subiu 21 pontos no vencimento julho/16, com negócios firmados em 16,98 centavos de dólar por libra-peso. As demais telas da Ice Future valorizaram entre dois e 13 pontos.
Em Londres os negócios também fecharam em alta. No vencimento agosto/16, a commodity fechou cotada em US$ 484,10 a tonelada, alta de 4,30 dólares no comparativo com a véspera. Nos demais vencimentos o açúcar subiu entre 2,20 e 3,90 dólares a tonelada.

Mercado doméstico
O mercado doméstico fechou em baixa de 0,13%, segundo índices do Cepea/Esalq, da USP, cotado a R$ 75,13 a saca de 50 quilos do tipo cristal.

Etanol diário
O etanol hidratado teve sua quarta alta seguida nos índices da Esalq/BVMF ontem. Os negócios foram firmados em R$ 1.334,00 o metro cúbico, alta de 1,44% no comparativo com a véspera.


Fonte: Agência UDOP de Notícias

 
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •